domingo, março 27, 2011

Lino de Castro: ‘Ninguém me pediu recontagem de votos’

O presidente da Mesa da Assembleia Geral em exercício durante o acto eleitoral do Sporting, explicou na tarde de domingo como decorreu a contagem de votos e garantiu: “Ninguém, nenhuma lista, ou representante, me pediu a recontagem de votos.”

O dirigente «leonino» realçou: “O processo eleitoral correu muito bem em todos os aspectos. Foi um trabalho exaustivo, com muitas listas e isso é extremamente trabalhoso. A preparação do acto eleitoral correu muito bem, houve muita coordenação sob todos os aspectos. Em relação ao acto eleitoral em sim, as coisas correram dentro da normalidade e não houve nenhuma situação complexa ao longo do dia.”

João Lino de Castro esclareceu como decorreu o processo da contagem de votos e como é que foi escrutinado o vencedor das eleições. “Apesar de terem sido informados, quando as urnas encerraram de que os resultados levariam cerca de cinco horas para serem apurados, alguns órgãos de comunicação social ao irem publicando noticias não verdadeiras sobre o resultado eleitoral, criaram expectativas nas pessoas. Chegaram a anunciar que o vencedor era Bruno de Carvalho e eram as pessoas que apoiavam a sua candidatura que estavam no hall vip a fazer a festa. A proclamação dos resultados eleitorais e o processamento dos órgãos sociais é algo que só eu tinha de fazer e que tem de ser feito perante os sócios. Numa sala onde só entraram três pessoas da Mesa da Assembleia Geral e um delegado de cada lista, somámos todos os votos. Começámos a fazer a soma por ordem inversa e quando chegámos à Mesa da Assembleia Geral vimos que Eduardo Barroso era o vencedor. A seguir começámos a contar os votos do Conselho Directivo e iniciámos essa contagem pelos votos mais baixos até aos mais altos. Antes de chegarmos aos 22 e 25 votos fizemos uma pausa. Tal como tínhamos combinado os delegados estavam em camisa e sem telemóvel. Todas as listas estavam representadas. Parámos naquele momento, somámos as últimas três mesas e aí vimos que Godinho Lopes era o novo presidente do Sporting.

Voltámos a reintroduzir os dados e deu os mesmos resultados. Ninguém, nenhuma lista, ou representante, me pediu a recontagem de votos. Depois de terminada a contagem de votos, desloquei-me ao piso 1 de Estádio, onde comuniquei aos quatro candidatos os resultados eleitorais.”

Etiquetas: